Última hora

Última hora

Polícia considerada responsável pela tragédia de Hillsborough

“You will never walk alone” em português “nunca caminharás sozinho”, o hino oficial do Liverpool foi entoado pelos familiares das vítimas da tragédia

Em leitura:

Polícia considerada responsável pela tragédia de Hillsborough

Tamanho do texto Aa Aa

“You will never walk alone” em português “nunca caminharás sozinho”, o hino oficial do Liverpool foi entoado pelos familiares das vítimas da tragédia de Hillsborough que venceram uma complicada batalha legal e conseguiram justiça 27 anos depois da tragédia.

Um tribunal de júri em Warrington concluiu que a morte dos 96 adeptos na meia-final da taça de Inglaterra de 1989 entre o Liverpool e o Nothingam Forest foi consequência de “homicídio involuntário”.

O novo inquérito foi ordenado em 2012, após forte pressão por parte das famílias das vítimas, na sequência da anulação do veredicto inicial, que apontava para morte acidental.

Os adeptos do Liverpool ficam livres de qualquer suspeita.

“O meu pai sempre foi uma vítima inocente, como qualquer outro adepto do Liverpool e isso ficou provado hoje. Eles não foram responsáveis pelo desastre, não contribuíram que qualquer forma”, diz uma mulher em frente ao tribunal.

Os jurados consideraram que a polícia inglesa cometeu erros, tanto no planeamento da segurança como no dia do jogo.

A polícia aceitou o veredicto e está agora aberto o caminho para ações legais. “No dia 15 de abril de 1989, a polícia de Yorkshire do Sul foi responsável por um policiamento da final da taça em Hillsborough catastroficamente errado. Foi e ainda é o maior desastre da história do desporto britânico. Quero pedir desculpa sem reservas às famílias e a todos atingidos”, declarou o diretor da polícia, David Crompton.

O jurado concluiu que o comissário da polícia responsável pela segurança terá sido culpado de negligência grave, incluindo por ter dado ordem para abrir o portão C do estádio depois do inicio do desafio, o que provocou a entrada de cerca de 2000 adeptos para uma bancada lotada.