Última hora

Última hora

Greve paralisa a Alemanha para exigir aumentos salariais de 6%

Em leitura:

Greve paralisa a Alemanha para exigir aumentos salariais de 6%

Greve paralisa a Alemanha para exigir aumentos salariais de 6%
Tamanho do texto Aa Aa

O tráfego aéreo na Alemanha vai ser fortemente perturbado pela greve convocada para hoje pelo segundo maior sindicato do país.

O protesto de “aviso” do Sindicato Verdi, que exige aumentos salariais de 6% para o setor dos serviços, obrigou ao cancelamento de mais de 900 voos e deverá afetar mais de 87 mil passageiros da companhia Lufthansa.

A greve afeta igualmente o transporte ferroviário e serviços como os supermercados, as creches ou mesmo as piscinas municipais.

No aeroporto de Munique, um passageiro afirma apoiar o protesto.

“É preciso defender os nossos direitos, é por isso que as pessoas se revoltam e se o fazem por uma razão justa então não há qualquer problema. Temos que ser compreensivos”.

A greve ocorre num momento em que decorrem as negociações salariais com o governo.

O sindicato Verdi, que representa mais de 2 milhões de trabalhadores, rejeitou já a proposta do governo relativa a um aumento de 0,6% este ano, dez vezes inferior aquele exigido pelos representantes sindicais.

O protesto nacional ocorre num momento em que os sindicatos da Lufthansa deverão concluir as negociações salariais na quinta-feira.