Última hora

Última hora

Nova escalada de violência no enclave de Nagorno-Karabakh

O Azerbaijão acusou os rebeldes do território separatista de Nagorno-Karabakh, apoiados pela Arménia, de atacarem várias povoações junto à linha de

Em leitura:

Nova escalada de violência no enclave de Nagorno-Karabakh

Tamanho do texto Aa Aa

O Azerbaijão acusou os rebeldes do território separatista de Nagorno-Karabakh, apoiados pela Arménia, de atacarem várias povoações junto à linha de demarcação.

Segundo Baku, pelo menos um civil perdeu a vida e outros seis ficaram feridos na aldeia de Chemenli. As autoridades azeris dizem que se trata da maior escalada de violência desde o cessar-fogo adotado a 5 de abril, depois dos piores confrontos em mais de duas décadas, que se saldaram, em poucos dias, em cerca de 150 mortos.

Apesar da trégua, Azerbaijão e Arménia acusam-se quase todos os dias de violações do acordo. Baku admitiu ter respondido aos ataques contra aldeias azeris com ações contra posições dos rebeldes de Nagorno-Karakh.

Os separatistas denunciaram bombardeamentos do Exército azeri que resultaram na morte de pelo menos um soldado rebelde junto à linha de demarcação. A aldeia de Madagis também terá sido visada, mas sem fazer vítimas.