Última hora

Última hora

Eleições no Reino Unido

No Reino Unido, esta quinta-feira rima com eleições regionais na Escócia, no País de Gales e na Irlanda do Norte. Também em Inglaterra, várias

Em leitura:

Eleições no Reino Unido

Tamanho do texto Aa Aa

No Reino Unido, esta quinta-feira rima com eleições regionais na Escócia, no País de Gales e na Irlanda do Norte. Também em Inglaterra, várias cidades elegem os presidentes das câmaras municipais. Entre elas, Bristol, Salford, Liverpool e Londres.

A campanha na capital é vista como um teste eleitoral para o partido Trabalhista, que tem assistido a uma redução de assentos no parlamento escocês e no do País de Gales.

A esperança deste partido pode estar em Sadiq Khan, o muçulmano filho de um motorista e de uma costureira paquistaneses, favorito na corrida à liderança do município. É o que sugerem as sondagens que o colocam à frente do principal adversário na corrida, o conservador Zaq Goldsmith, por uma diferença de cerca de 20 pontos percentuais.

Goldsmith tem sido apoiado publicamente pelo atual presidente municipal, Boris Johnson, que é a favor da saída da Grã-Bretanha da União Europeia e é visto por muitos como o provável sucessor do primeiro-ministro britânico.

Na Escócia, vota-se nos 129 membros do Parlamento. Tudo indica que o Partido Nacionalista Escocês (SNP) manterá o domínio do Parlamento de Holyrood.

No caso da Irlanda do Norte, elegem-se os 108 deputados que formarão a futura Assembleia Autónoma. Sinn Féin está na luta pela maioria, que atualmente pertence ao Partido Unionista Democrático (DUP).

As urnas fecham às 22 horas. Os resultados parciais das votações deverão começar a ser revelados na manhã de sexta-feira.