Última hora

"Agente duplo" português em prisão preventiva

Frederico Carvalhão Gil foi extraditado de Itália para Portugal.

Em leitura:

"Agente duplo" português em prisão preventiva

Tamanho do texto Aa Aa

Frederico Carvalhão Gil, o espião português acusado de atuar como agente duplo para a Rússia, ficou em prisão preventiva, depois de ouvido pelo juiz Ivo Rosa.

A extradição de Itália para Portugal foi rápida, devido a um mandado europeu de detenção e graças a uma troca de prisioneiros com uma agente procurada por Itália.

O funcionário do SIS (serviços secretos portugueses) enfrenta acusações de espionagem e outros crimes. Foi apanhado em flagrante delito em Roma, a negociar com um alto funcionário da diplomacia russa a venda de segredos militares da NATO, segundo a acusação. O advogado de defesa de Carvalhão Gil, João Preto, prometeu refutar as acusações do Ministério Público.

A operação “Top Secret” envolveu as autoridades portuguesas e italianas, a Interpol e a Eurojust.