Última hora

Em leitura:

Brexit: Vladimir Putin não se manifesta

mundo

Brexit: Vladimir Putin não se manifesta

Publicidade

David Cameron eVladimir Putin não têm muita afinidade. O último encontro entre os dois data de 2014. O primeiro-ministro britânico é visto em Moscovo como maior aliado de Washington no seio da União Europeia e, portanto, muito longe dos interesses e das posições internacionais da Rússia.

O distanciamento entre os dois líderes e os dois países é visível na ausência de posição de Vladimir Putin sobre a permanência ou não do Reino Unido na União Europeia. O presidente russo não disse uma palavra sobre o assunto e a diplomacia russa também não.

Mas apesar do mutismo, todos, incluindo Cameron, pensam saber o que pensa Putin.
“Posso dizer que nenhum dos líderes políticos do mundo que tenho encontrado- penso nos nossos amigos: a Áustralia, a Nova Zelândia, o Canada , a América, nenhum quer que deixemos a União Europeia. O único que penso que deverá querer que deixemos é Vladimir Putin”, afirmou no parlamento.

Noutra ocasião perguntou e respondeu:
“ Quem ficaria feliz se deixásse-mos a União Europeia? Vladimir Putin deveria ficar.”

Que interesses poderia ter a Rússia, quer na saída quer na permanência do Reino Unido na União? Ou que relações desejaria Putin com os líderes europeus? As análises sobre o tema só podem produzir hipóteses, porque a resposta tem estado guardada, a sete chaves, no Kremlin.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte