Última hora

Em leitura:

David Beckham e George Soros querem o Reino Unido na UE

mundo

David Beckham e George Soros querem o Reino Unido na UE

Publicidade

A dois dias do referendo sobre a saída do Reino Unido da União Europeia queimam-se os últimos cartuchos. Os defensores da permanência do país na UE tentam convencer os britânicos entregando folhetos à saída ou entrada do metro, os que são pelo Brexit fazem campanha porta-a-porta.

O multimilionário George Soros escrevia, em tom de aviso, esta terça-feira, num artigo de opinião sobre a saída da União Europeia, no «The Guardian»:

“Os meus 60 anos de experiência dizem-me que a libra vai entrar em queda livre, juntamente com os vossos padrões de vida. Os únicos vencedores serão especuladores.”

Também David Beckham se mostrou, através das redes sociais, favorável à permanência do Reino Unido na União Europeia, e afirmou que vai votar nesse sentido. Na sua página no Facebook é possível ler: “pelas nossas crianças é melhor que enfrentemos os problemas unidos e não sozinhos”, ainda que vá dizendo que seja qual for o resultado a Grã-Bretanha será sempre grande.

E mesmo outros europeus tentam convencer os britânicos. O Movimento “Hug a Brit”, abrace um britânico, em português, diz que é melhor permanecer na União Europeia.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte