Última hora

Em leitura:

Trump despede diretor de campanha

mundo

Trump despede diretor de campanha

Publicidade

A menos de um mês da convenção republicana em Cleveland, Donald Trump muda de estratégia e despede o diretor de campanha, Corey Lewandowski. Presença constante ao lado do magnata desde que se lançou na corrida à Casa Branca, em junho de 2015, contribuiu em vitórias cruciais, mas também esteve rodeado de polémica, nomeadamente quando foi acusado de agredir uma jornalista, durante um comício.

Lewandowski garante que vai “continuar a apoiar Donald Trump” frisando que “seria uma honra” continuar a “ter um papel nesta campanha, seja formal ou informal”.

Fontes próximas afirmam que a decisão de afastar o ex-diretor foi parcialmente motivada pela pressão da filha do multimilionário, Ivanka Trump, e do marido desta, Jared Kushner, que ocupam postos importantes de conselheiros na campanha.

Dois dias depois do nascimento do último neto, a rival de Trump, Hillary Clinton, volta a ter boas notícias. Uma sondagem realizada nos últimos dias e publicada esta segunda-feira pela Universidade de Monmouth, em Nova Jérsia, atribui à candidata democrata sete pontos de vantagem em relação ao multimilionário. A ex-Primeira-Dama e antiga secretária de Estado avança particularmente em dez Estados-chave nas últimas eleições, em 2012.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte