Última hora

Em leitura:

Migrantes: Mais de 6300 pessoas resgatadas do Mar Mediterrâneo

mundo

Migrantes: Mais de 6300 pessoas resgatadas do Mar Mediterrâneo

Publicidade

A Guarda Costeira italiana resgatou, do Mar Mediterrâneo, mais de 6300 migrantes, na última semana.

Mais de duas dezenas de cadáveres foram recuperados das águas perto da costa da Líbia.

Com a época estival em força e com o Mar Mediterrâneo calmo, milhares de africanos, na sua maioria do norte do continente, continuam a aventurar-se para conseguir chegar à Europa.

Este domingo devem chegar a Cagliari, na ilha da Sardenha, cerca de um milhar de migrantes, onde se incluem várias crianças.

De acordo com o ACNUR, a Agência das Nações Unidas para os Refugiados, nos primeiros sete meses do ano de 2015 cerca de 80 mil migrantes conseguiram chegar à costa italiana.

A grande maioria provém da Nigéria, Eritreia e Gâmbia.

Desde 2014, mais de 400 mil pessoas atravessaram o Mediterrâneo em direção a Itália.O país não consegue lidar com o forte afluxo de pessoas e teme que se criem situações semelhantes às do acampamento de Calais, em França.

O fluxo de migrantes parece não abrandar. De acordo Com a Organização Internacional para a Migração, mais de 3000 pessoas desapareceram no Mar Mediterrâneo, desde o início de 2016, na tentativa de chegar à Europa.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte