Migrantes: Mais de 6300 pessoas resgatadas do Mar Mediterrâneo

Migrantes: Mais de 6300 pessoas resgatadas do Mar Mediterrâneo
De  Miguel Roque Dias com Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Guarda Costeira italiana resgatou, do Mar Mediterrâneo, mais de 6300 migrantes, na última semana.

PUBLICIDADE

A Guarda Costeira italiana resgatou, do Mar Mediterrâneo, mais de 6300 migrantes, na última semana.

Mais de duas dezenas de cadáveres foram recuperados das águas perto da costa da Líbia.

Italia rescata a más de 2.500 migrantes frente a la costa libia https://t.co/Mk35XhKkY6pic.twitter.com/l0ROfLdbXh

— begirada (@begirada_org) July 20, 2016

Com a época estival em força e com o Mar Mediterrâneo calmo, milhares de africanos, na sua maioria do norte do continente, continuam a aventurar-se para conseguir chegar à Europa.

Este domingo devem chegar a Cagliari, na ilha da Sardenha, cerca de um milhar de migrantes, onde se incluem várias crianças.

De acordo com o ACNUR, a Agência das Nações Unidas para os Refugiados, nos primeiros sete meses do ano de 2015 cerca de 80 mil migrantes conseguiram chegar à costa italiana.

A grande maioria provém da Nigéria, Eritreia e Gâmbia.

Desde 2014, mais de 400 mil pessoas atravessaram o Mediterrâneo em direção a Itália.O país não consegue lidar com o forte afluxo de pessoas e teme que se criem situações semelhantes às do acampamento de Calais, em França.

O fluxo de migrantes parece não abrandar. De acordo Com a Organização Internacional para a Migração, mais de 3000 pessoas desapareceram no Mar Mediterrâneo, desde o início de 2016, na tentativa de chegar à Europa.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Morreu o estilista Roberto Cavalli aos 83 anos

Greve em Itália após explosão mortal em central hidroelétrica

Dezenas de manifestantes anti-NATO entram em confronto com a polícia em Nápoles