Última hora

Em leitura:

Liga Portuguesa, J1: Grandes dizem presente na jornada inaugural

mundo

Liga Portuguesa, J1: Grandes dizem presente na jornada inaugural

Publicidade
  • Três grandes entraram com o pé direito
  • Pedro Santos continua em grande forma no Braga
  • Feirense festejou regresso ao escalão máximo com vitória no Estoril


Benfica, Sporting e Porto tiveram três pré-temporadas perfeitamente distintas mas na hora de jogar a doer entraram os três com o pé direito e não sentiram grandes dificuldades para conquistar os três pontos.

Os tricampeões nacionais iniciaram a defesa do título com uma vitória por 2-0 em Tondela, num jogo em que o capitão Luisão saiu lesionado ainda no primeiro tempo. Para o seu lugar entrou Lisandro López, que abriu caminho à vitória dos encarnados com um golpe de cabeça. André Horta, ao cair do pano, estabeleceu o resultado final e deu mais um passo para se tornar na nova coqueluche dos adeptos.

Em Alvalade, o Sporting também levou de vencida o Marítimo por dois golos sem resposta. Os madeirenses desperdiçaram duas oportunidades soberanas mas a verdade é que os leões foram sempre a melhor equipa e criaram oportunidades mais que suficientes para alcançar uma goleada histórica. Sebastián Coates e Bryan Ruiz foram os marcadores de serviço.


Em Vila do Conde, o Rio Ave até entrou a ganhar, com um golo de Marcelo, mas o Porto não deixou os seus créditos por mãos alheias e deu a volta ao marcador com dois golos mexicanos, Jesús Corona e Héctor Herrera. André Silva manteve a veia goleadora dos amigáveis de pré-temporada e estabeleceu o 3-1 final na recarga a um penálti que tinha desperdiçado.

No dérbi do Minho houve mais cartões (seis) que golos (apenas um) e no final foi o Sporting de Braga a fazer a festa. Pedro Santos, que já tinha sido o melhor jogador dos arsenalistas na Supertaça, deu sequência ao bom momento de forma ao apontar o tento solitário da partida.

Num duelo recheado de história, o Vitória de Setúbal levou de vencida o Belenenses por 2-0, o mesmo resultado com que o Boavista derrotou o europeu Arouca. Em Moreira de Cónegos, a equipa da casa não foi além de um empate a uma bola na receção ao Paços de Ferreira.

Já esta segunda-feira, o Feirense comemorou o seu regresso aos grandes com uma vitória fora de portas. Platiny, que já tinha sido um dos heróis da subida, e Karamanos fizeram o gosto ao pé na vitória por 2-0 frente ao Estoril.

O duelo entre o Nacional e Chaves foi adiado devido aos incêndios que desfiguraram a Madeira e terá lugar a 4 de setembro.

Pode consultar todos os resultados e classificações aqui.

Destaque da semana

João Mário

O médio do Sporting fez manchete durante toda a semana devido a uma possível transferência para o Inter de Milão mas a verdade é que quando chegou o momento do pontapé de saída para a Liga NOS, João Mário estava no Estádio de Alvalade vestido de verde e branco. O campeão da Europa mostrou que não se deixou afetar pelas notícias e foi o melhor jogador em campo. Por várias vezes esteve perto do golo mas não conseguiu fazer o gosto ao pé. Caso venha mesmo a sair, Jorge Jesus terá uma enorme dor de cabeça. Todo o jogo leonino passa pelos pés de João Mário.

Artigo seguinte