Última hora

Israel expande colonato de Hebron

É a primeira expansão em mais de dez anos. A cidade é sagrada para muçulmanos e judeus.

Em leitura:

Israel expande colonato de Hebron

Tamanho do texto Aa Aa

Israel autorizou a expansão do colonato judeu de Hebron, na Cisjordânia. As novas casas vão ser construídas no coração da cidade, nos terrenos de uma base militar israelita.

allviews Created with Sketch. Point of view

"Não é bom para Israel nem para o futuro da solução de dois Estados."

Hagit Ofran Ativista, Peace Now

A decisão promete reavivar as tensões entre os cerca de mil colonos judeus e os cerca de dez mil palestinianos que vivem em Hebron.

Embora os judeus já vivessem nesta cidade antes da criação de Israel, só em 1979 começaram a ser construídos colonatos e esta é a primeira expansão em mais de dez anos.

Hagit Ofran, da ONG Peace Now, contesta a decisão: “O governo de Netaqnyhu decidiu expandir o colonato no coração de Hebron, que é já um dos mais importantes e mais controversos. Fazem isso contornando a lei, construindo no recinto de uma base militar, algo sem precedentes. Não é bom para Israel nem para o futuro da solução de dois Estados”.

O caso de Hebron é especial, dentro da Cisjordânia. Ao contrário de outros locais dos territórios palestinianos, esta é uma cidade onde os judeus têm raízes históricas e onde fica o Túmulo dos Patriarcas, um dos locais mais sagrados quer para judeus, quer para muçulmanos.