Última hora

Em leitura:

EUA: Taxa de desemprego nos 4,9%

economia

EUA: Taxa de desemprego nos 4,9%

Publicidade

Com Reuters e Lusa

O Departamento do Trabalho dos Estados Unidos disse que criação de emprego em agosto nos ficou abaixo do esperado pelos analistas, mas que a taxa de desemprego se manteve nos 4,9% pelo terceiro mês consecutivo.

Eram esperados cerca de 180 mil novos postos de trabalho, depois, de nos últimos meses, o mercado laboral da maior economia do mundo ter regressado aos níveis que tinha antes da crise iniciada em 2008.

Segundo os dados oficiais dados a conhecer pelo Governo Federal, pelo menos 151 mil pessoas conseguiram emprego no mês passado.

Em julho, tinham sido criados 275 mil empregos, número revisto em alta, depois de inicialmente terem sido anunciados 255 mil.

No total, o número de pessoas no desemprego ficou em 7,8 milhões, com a taxa de desemprego a manter-se em 4,9%.

As remunerações, seguidas de perto pelo banco central norte-americano tendo em conta o objetivo de ver a inflação aproximar-se de 2%, aumentaram, por sua vez, ligeiramente em agosto.

A próxima reunião da Reserva Federal, a Fed realiza-se entre 20 e 21 de setembro, mas os analistas consideram que a probabilidade de as taxas de juro subirem não é muito alta, pelo que esperam por um aumento de taxas para o final do ano.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte