Última hora

Em leitura:

MIlhares de curdos manifestam-se contra Erdogan em Colónia

mundo

MIlhares de curdos manifestam-se contra Erdogan em Colónia

Publicidade

MIlhares de curdos manifestaram-se este sábado na cidade alemã de Colónia para denunciar a ofensiva de Ancara contra os separatistas do PKK (Partido dos Trabalhadores do Curdistão) e as milícias curdas na Síria.

O protesto contra o presidente turco Tayyip Erdogan, contou com presença do líder do HDP, o partido pró-curdo da Turquia.

Selahattin Demirtas pediu à Alemanha que desempenhe o papel de mediador numa nova ronda de negociações entre o PKK e a Ancara.

Presente também no protesto, o líder do PYD curdo da Síria, Salih Muslim, que apelou a Ancara a, “não ter medo das milícias que combatem no terreno”.

O protesto ocorre um dia depois do primeiro-ministro turco ter rejeitado a retoma das conversações de paz com a guerrilha.

A manifestação, que reuniu cerca de 25 mil pessoas, ocorreu no mesmo local onde 20 mil tinham-se manifestado a favor do presidente turco, no dia 31 de Julho.

As autoridades alemãs mobilizaram cerca de mil agentes da polícia para patrulhar o evento, temendo confrontos entre curdos e nacionalistas turcos.

A polícia alemã mostra-se preocupada com o impacto das divisões criadas pelo golpe falhado na Turquia, entre os cerca de 3 milhões de cidadãos de origem turca que vivem atualmente no país.

As autoridades tinham detido 77 pessoas na sexta-feira, na localidade de Grevenbroich, depois de um grupo de estudantes curdos ter recusado dispersar um protesto contra o presidente turco.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte