Última hora

Na região central de Itália, inúmeras igrejas foram praticamente reduzidas a escombros. As que ficaram de pé são alvo de inspeções para avaliar a sua estabilidade, usando drones ou robots equipados com câmaras. Em Amatrice, conhecida como a cidade das 100 igrejas, os danos patrimoniais são por isso incontáveis. O sismo de magnitude 6.2 de 24 de agosto provocou praticamente 300 mortos e enormes danos em edifícios públicos e privados.

Publicidade
Publicidade

Mais vídeos No Comment