Última hora

Em leitura:

Estados Unidos renovam apoio militar a Israel por mais 10 anos

mundo

Estados Unidos renovam apoio militar a Israel por mais 10 anos

Publicidade

Com Associated Press

O Estado de Israel beneficiará, durante uma década, de um financiamento militar sem precedentes por parte dos Estados Unidos, com o exército israelita a receber fundos superiores a 35 mil milhões de euros.

Segundo a agência de informação Associated Press, o acordo é o mais importante deste tipo em toda a História dos Estados Unidos e visa substituir o último acordo de 10 anos assinado com Israel, graças ao qual o Estado hebreu tem vindo a receber quase três mil milhões de euros por ano, e que data de 2008.

Quando o novo acordo entrar em vigor, a partir de 2019, Tel Avive deverá receber mais de 3,5 mil milhões de euros por ano.

Susan Rice, Conselheira para a Segurança Nacional norte-americana, disse que o acordo era um sinal do compromisso inabalável dos Estados Unidos para com a segurança de Israel.

Rice acrescentou que os Estados Unidos estarão sempre disponíveis para “o Estado de Israel e para o seu povo, hoje, amanhã e para as gerações futuras.”


O acordo prevê, no entanto, que todo o material militar comprado pelo exército israelita seja de produção norte-americana.

O Executivo israelita concordou em não pedir ao Congresso dos EUA que aprove a transferência de mais fundos do que o previsto, exceto em caso de guerra.

Um acordo visto como uma reaproximação


As negociações relativas ao acordo militar tiveram lugar numa fase particularmente tensa das relações entre Washington e aquele que é considerado como o seu principal aliado no Médio Oriente.

O Governo Obama olha agora para este acordo como uma resposta às críticas por não ter supostamente apoiado o suficiente Israel durante os últimos anos.

Benjamin Netanyahu expressou, em várias ocasiões, alguma preocupação com a posição dos Estados Unidos relativamente ao programa nuclear iraniano e à progressiva eliminação das sanções internacionais a Teerão.

Israel considera que, dotada de capacidade nuclear, a República Islâmica do Irão constitui uma ameaça à existência e segurança do Estado hebreu.

Mas, para o presidente dos EUA, o acordo nuclear entre o Irão e a Comunidade Internacional constitui uma vantagem para Israel e para a sua segurança a nível regional.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte