Última hora

EUA: Correspondente da euronews analisa as sondagens

Nesta crónica diária, Stefan Grobe fala das últimas sondagens e do último escândalo de Trump.

Em leitura:

EUA: Correspondente da euronews analisa as sondagens

Tamanho do texto Aa Aa

Vai ser o primeiro frente-a-frente direto entre os dois candidatos à presidência norte-americana. Donald Trump e Hillary Clinton enfrentam-se na segunda-feira à noite num debate televisivo que vai ser transmitido em todo o mundo.

O debate pode fazer Hillary Clinton dilatar ou reduzir a vantagem que mantém, nas sondagens, sobre o candidato republicano. A campanha está a ser acompanhada pelo correspondente da euronews nos Estados Unidos, Stefan Grobe:

“Depois de uma folga para se preparar para o debate de segunda, Hillary Clinton está de regresso à campanha em Orlando, na Florida, esta quarta-feira. Tem cinco pontos de vantagem neste Estado e lidera com 45% a 50%, na última sondagem nacional. Trump tem entre 45% e 46%. Isto confirma o que tem sido dito – a tendência geral, a média das sondagens dão uma clara vantagem a Clinton, que nunca esteve abaixo de Trump.

Entretanto, Trump causou alguma celeuma ao recusar encontrar-se com o presidente ucraniano em Nova Iorque. Kiev convidou ambos os candidatos, mas Trump não respondeu. Mais uma oportunidade para que Clinton classifique Trump como um amador amigo de Putin.”