Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

EUA: Correspondente da euronews analisa as sondagens

EUA: Correspondente da euronews analisa as sondagens
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Vai ser o primeiro frente-a-frente direto entre os dois candidatos à presidência norte-americana. Donald Trump e Hillary Clinton enfrentam-se na segunda-feira à noite num debate televisivo que vai ser transmitido em todo o mundo.

O debate pode fazer Hillary Clinton dilatar ou reduzir a vantagem que mantém, nas sondagens, sobre o candidato republicano. A campanha está a ser acompanhada pelo correspondente da euronews nos Estados Unidos, Stefan Grobe:

“Depois de uma folga para se preparar para o debate de segunda, Hillary Clinton está de regresso à campanha em Orlando, na Florida, esta quarta-feira. Tem cinco pontos de vantagem neste Estado e lidera com 45% a 50%, na última sondagem nacional. Trump tem entre 45% e 46%. Isto confirma o que tem sido dito – a tendência geral, a média das sondagens dão uma clara vantagem a Clinton, que nunca esteve abaixo de Trump.

Entretanto, Trump causou alguma celeuma ao recusar encontrar-se com o presidente ucraniano em Nova Iorque. Kiev convidou ambos os candidatos, mas Trump não respondeu. Mais uma oportunidade para que Clinton classifique Trump como um amador amigo de Putin.”