Última hora

Em leitura:

Tulsa: Agente Shelby libertada sob caução

mundo

Tulsa: Agente Shelby libertada sob caução

Publicidade

A agente da polícia que abateu um afro-americano desarmado ao lado do carro avariado no Estado norte-americano de Oklahoma esteve detida e foi libertada contra uma caução de 50 mil dólares. Está acusada de homicídio involuntário.

Betty Shelby disparou mortalmente contra Terence Crutcher, de 40 anos, em Tulsa.

A acusação refere que o medo da agente resultou num disparo ilegal e desnecessário depois de Crutcher se ter recusado a cumprir ordens.

“Em relação à morte de Terence Crutcher, a acusação de crime em primeiro grau contra a agente da polícia Betty Shelby é justificada. A agente Shelby é considerada inocente até um juiz ou um júri determinar o contrário”, anunciou o procurador de Tulsa, Stephen Kunzweiler.

Os advogados da família do cidadão abatido anunciaram que vão encetar uma acusação vigorosa de forma a conseguirem uma condenação.

“Vamos cortar as correntes da brutalidade policial”, declarou a irmã gémea da vítima, Tiffany.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte