Última hora

Em leitura:

Papa Francisco apela ao respeito pelas diferenças na Geórgia


Geórgia

Papa Francisco apela ao respeito pelas diferenças na Geórgia

ALL VIEWS

Clique para descobrir

O papa Francisco chegou, esta sexta-feira, à Geórgia, para uma visita de dois dias, a convite de Elias II, o patriarca ortodoxo da Geórgia – cujo titulo completo é “Católico-Patriarca de Toda a Geórgia, Arcebispo de Mtscheta-Tbilisi e Bispo Metropolita de Abecásia e Bichvinta, Sua Santidade e Beatitude Elias II”.

Esta é a segunda visita do Papa ao Cáucaso – a primeira foi à Arménia, em junho – e trata-se de uma deslocação de caráter ecuménico: da agenda do Santo Padre constam encontros com os líderes das várias comunidades religiosas desta antiga república soviética: ortodoxos, católicos, muçulmanos e judeus.

No palácio presidencial, onde foi recebido, o Papa falou do respeito pelas diferenças: “De facto, em demasiados lugares da terra, parece prevalecer uma lógica que torna difícil sustentar as legítimas diferenças e as disputas – que sempre podem surgir – num contexto de verificação e diálogo civil onde prevaleça a razão, a moderação e a responsabilidade.”

(O discurso completo, na tradução oficial para Português, está disponível no site do Vaticano.)

A Geórgia, onde cerca de 85% da população é ortodoxa, é um dos mais antigos países cristãos do mundo mas uma franja muito minoritária contesta o Vaticano e, consequentemente, a visita do santo papa.

Na berma da estrada que vai do aeroporto ao centro de Tbilissi, à passagem do cortejo papal, uma centena de manifestantes empunhou cartazes onde se lia que o papa não é bem-vindo na Geórgia.

Um dos momentos mais esperados é o encontro privado com a comunidade assíria-caldeia, uma das três comunidades católicas presentes na Geórgia, com as comunidades latina e arménia.

Esta pequena comunidade continua a usar o aramaico e o papa dirá algumas palavras na língua falada por Jesus Cristo, durante uma oração pela paz na Síria, na igreja de São Simão.

Domingo, o líder da Igreja Católico Apostólica Romana deslocar-se-á ao Azerbaijão – país maioritariamente muçulmano.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Síria: 100 crianças mortas nos bombardeamentos de Alepo