Última hora

Em leitura:

EU financia Afeganistão com 1,2 mil milhões de euros


mundo

EU financia Afeganistão com 1,2 mil milhões de euros

A União Europeia vai financiar, no imediato, o Afeganistão, com 200 milhões de euros. O objetivo é, segundo o presidente do Conselho Europeu, “apoiar a estabilidade e a boa governação”.

A medida foi anunciada em Bruxelas, onde está a decorrer a conferência de doadores para o Afeganistão. A UE, e os restantes países, estão empenhados em ajudar a Nação afegã, como frisou a Alta representante para a política externa:

“O principal objetivo desta conferência é o nosso compromisso em apoiar o Afeganistão no imediato e até 2020. As mudanças não acontecem do dia para a noite. Temos todos a responsabilidade de apoiar esta mudança no Afeganistão, na região e na arena internacional”, Federica Mogherini.

Os estados-membros comprometeram-se a um financiamento de 1,2 mil milhões de euros. Dos cofres da UE sairão 800 milhões de euros, o restante deverá ser garantido pelos países que pertencem ao grupo europeu. No total, entre todas as partes doadoras, o valor deverá chegar aos quase 12 mil milhões de euros, até 2020.

“As atenções e os olhares estão, esta quarta-feira, virados para a questão afegã que se debate na conferência em Bruxelas. No país há a esperança de que estas promessas de apoio, quinze anos depois da queda do regime talibã, e as garantias dadas pelo governo sobre transparência nas reformas do Estado, possam resultar na reconstrução do país”, adianta a enviada da euronews a Bruxelas, Maria Sarsalari.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Furacão Matthew mata nove pessoas na ilha de São Domingos