Última hora

Em leitura:

Samsung suspende produção do "incendiário" Galaxy Note 7


Coreia do Sul

Samsung suspende produção do "incendiário" Galaxy Note 7

A Samsung decidiu suspender o fabrico do seu último modelo de telemóvel, o Galaxy Note 7, na sequência dos incidentes registados com o aparelho.

O fabricante sul-coreano tinha sido já obrigado a retirar do mercado mais de 2,5 milhões de telemóveis após vários casos de incêndios provocados pelo sobreaquecimento das baterias de lítio.

A suspensão do fabrico do aparelho foi avançada pela agência sul-coreana Yonhapp que cita fontes dentro da empresa, quando alguns accionistas prevém já o fim do novo modelo.

As baterias de substituição propostas pela empresa aos clientes tinham igualmente registado problemas, com pelo menos oito casos de incêndios registados nos Estados Unidos, na Coreia do Sul e no Taiwan.

O fim anunciado do Galaxy Note 7 ocorre na sequência dos alertas emitidos pelas autoridades de proteção do consumidor nos Estados Unidos, Coreia do Sul e China.

As ações da companhia não parecem resistir ao escândalo com uma queda de 1,5% registada esta manhã nos mercados asiáticos.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Andrzej Wajda: O mais combativo cineasta polaco falece aos 90 anos de idade