Última hora

Em leitura:

Clinton e Trump moderam discurso no último encontro público


EUA

Clinton e Trump moderam discurso no último encontro público

Um dia após um debate cheio de acusações mútuas, Hillary Clinton e Donald Trump fizeram uma pausa no combate verbal que tem marcado a campanha para a presidência, na noite de quinta-feira. No tradicional jantar de beneficiência da arquidiocese de Nova York, os dois candidatos escolheram um tom mais descontraído, e sentaram-se lado a lado.

Trump vestiu-se de simpatia e recorreu à ironia, evocando a correspondência de Hillary revelada no site Wikileaks: “Não pensei que Hillary estaria aqui esta noite, o mais provável é não lhe terem enviado um convite por e-mail.”

Mas foi vaiado assim que saíu do resgisto humorístico: “Para Hillary, o que conta é desiludir as pessoas com uma política pública em total contradição com a política que faz em privado.”

Hillary Clinton questionou-se sobre a nota, de um a dez, que Donald Trump daria à figura feminina representada na Estátua da Liberdade, a deusa Libertas:

“Donald olha para a Estátua da Liberdade e dá-lhe um quatro.
Ou talvez um cinco, se ela largar a tocha e a tabuleta e mudar de penteado.”

O jantar de beneficiência da Fundação Alfred E. Smith realiza-se de quatro em quatro anos para recolher fundos para obras de caridade da organização americana Catholic Charities, e é tradicionalmente a ocasião para o último encontro público dos candidatos à presidência.

Criado em honra do ex-governador Al Smith, o primeiro candidato católico de um grande partido nas eleições presidenciais americanas, o jantar de beneficiência da fundação Alfred E. Smith Memorial é habitualmente presidido pelo arcebisbo de Nova Iorque.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Tusk acusa Rússia de querer enfraquecer a Europa