Última hora

Em leitura:

Venezuela: oposição aumenta pressão sobre o governo


Venezuela

Venezuela: oposição aumenta pressão sobre o governo

Na Venezuela, pelo menos um polícia morto, dezenas de feridos e detidos é o balanço das manifestações realizadas por todo o país na quarta-feira.

Centenas de milhar de ativistas desceram às ruas para expressarem descontentamento para com o governo liderado por Nicolas Maduro.

No estado de Táchira, um pequeno grupo de manifestantes desafiou a polícia enquanto esta lançava granadas de gás lacrimogéneo sobre a multidão.

Bloqueio

Os protestos têm lugar após as autoridades eleitorais terem bloqueado o processo de lançamento de um referendo sobre a destituição do presidente.

Na capital, Caracas, a história repete-se. Polícia e manifestantes envolveram-se em confrontos numa das principais vias de acesso à capital.

“Quero que os meus filhos, netos e bisnetos tenham liberdade e uma vida digna, uma vida decente tal como todos os venezuelanos merecem. Isto devia ser um país maravilhoso”, afirmou Teresa, uma manifestante idosa em Caracas.

Os líderes da oposição apelaram à realização de uma greve geral esta sexta-feira. O governo respondeu afirmando que as forças armadas tomarão conta de todas as empresas que adiram à greve geral.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

França

França: Migrantes menores concentram-se em Calais