Última hora

Em leitura:

Presidente do Iémen rejeita plano de paz da ONU


mundo

Presidente do Iémen rejeita plano de paz da ONU

O presidente do Iémen rejeita abandonar o poder em troca da retirada e do desarmamento das milícias houtis que ocupam a capital e o norte do país.

O chefe de estado, no exílio, rejeitou o plano de paz apresentado pelo enviado da ONU para o Iémen, durante um encontro em Riad, na Arábia Saudita.

Num comunicado oficial, Abd Rabbo Mansour Hadi afirma que o plano abriria a porta “a mais guerra e mais sofrimento”.

A recusa do chefe de Estado ocorre uma semana depois de uma tentativa fracassada de cessar-fogo de 72 horas.

A aviação saudita, aliada do presidente, prosseguia hoje os bombardeamentos sobre a cidade de Taiz, onde as milícias xiitas se encontram cercadas pelas forças do governo.

Pelo menos 30 civis teriam morrido durante os ataques deste sábado.

O conflito que opõe o Irão, aliado dos hutis, à Arábia Saudita, aliada do presidente Hadi, provocou mais de 7 mil mortos e três milhões de refugiados desde 2014.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Espanha: O NÃO de Pedro Sanchez a um novo governo de Mariano Rajoy