Última hora

Em leitura:

Haiti luta contra a cólera


Haiti

Haiti luta contra a cólera

O Haiti lançou uma campanha maciça de vacinação contra a cólera em áreas devastadas pelo furacão Matthew, que atingiu o país a 4 de outubro e fez mais de mil mortos.

A campanha começou esta semana e visa cerca de 820 mil pessoas.

O Gabinete das Nações Unidas para a Coordenação dos Assuntos Humanitários estima que pelo menos 3500 pessoas tenham sido afetadas com cólera desde a passagem do furacão.

Jean-Luc Poncelet, representante da Organização Mundial da Saúde, refere: “O principal desafio desta campanha de vacinação é chegar a todos. Há áreas onde o acesso é difícil. Mesmo antes da passagem do furacão eram zonas difíceis de chegar. O furacão veio complicar o acesso a esses locais. Por isso, o transporte por terra, a travessia de pontes, etc., é muito difícil.
O outro desafio é a segurança. Temos de garantir que não há problemas, que as pessoas podem obter os tratamentos sem interferência de manifestações ou outras situações adversas”.

A epidemia chegou ao Haiti após o terramoto de 2010, introduzida acidentalmente por membros das forças de manutenção de paz das Nações Unidas.

Desde então, mais de 800 mil pessoas foram afetadas pela doença e cerca de 9 mil morreram.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Espanha: 56 detidos por partilharem imagens pedófilas na internet