Última hora

Em leitura:

Hungria: Orban deixa cair revisão constitucional "antimigrantes"


Hungria

Hungria: Orban deixa cair revisão constitucional "antimigrantes"

O governo húngaro vai acatar a decisão do parlamento. Vitor Orban deixa cair a revisão constitucional que rejeitava o sistema europeu de quotas para a reinstalação de migrantes no país.

A revisão era o passo seguinte o referendo de outubro (sem valor legal), mas o parlamento de Budapeste rejeitou-a – por uma magra maioria.

Uma rejeição, na passada terça-feira, à qual não foi alheia a abstenção dos deputados do Jobbik.
O partido de extrema-direita diz que só apoiaria a revisão constitucional se o governo de Vitor Orban pusesse também fim ao sistema que permite, aos estrangeiros, a aquisição de autorizações de residência.

Depois da rejeição do parlamento, Orban não vai avançar por esse caminho. O primeiro-ministro húngaro, que acusa o Jobbik de se ter tornado num “bando de fracos”, diz que o governo vai bater-se contra o sistema de quotas dentro do quadro da atual constituição – mas diretamente em Bruxelas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Afeganistão: Talibãs reivindicam atentado contra consulado alemão