Última hora

Em leitura:

Itália: Matteo Renzi ameaça demitir-se


Itália

Itália: Matteo Renzi ameaça demitir-se

O primeiro-ministro italiano ameaçou, esta segunda-feira, que pode demitir-se caso a reforma constitucional seja chumbada no referendo de 4 de dezembro.

Numa entrevista a uma rádio italiana, Matteo Renzi afirmou que não aceita ficar “a pairar” no cargo.

No entanto, o líder o Executivo italiano está envolto em mais uma polémica.

Renzi removeu a bandeira da União Europeia do seu gabinete, no Palácio Chigi, durante um vídeo divulgado na internet, preferindo falar em frente a seis bandeiras de Itália.

Num discurso inflamado, o primeiro-ministro defendeu o voto no “sim”. Sim à reforma. O sim à mudança dos poderes do Estado, da assembleia italiana, das regiões e de outras entidades administrativas.

Nas ruas, cresce a oposição aos planos de Renzi.

A defender o “não”, no referendo estão nomes como o antigo primeiro-ministro, Sílvio Berlusconi, o líder do Movimento 5 Estrelas, Beppe Grillo, e o líder da Liga do Norte, Matteo Salvini.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Palestina ameaça Israel com recurso ao Conselho de Segurança da ONU