Iraque: Aprender, na escola, a matar

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira
Iraque: Aprender, na escola, a matar

<p>O grupo Estado Islâmico deixa para trás, nos lugares reconquistados pelos militares iraquianos, vestígios importantes de dois anos de domínio, nesta caso em Mossul. </p> <p>Segundo as autoridades locais, foram encontrados, numa escola, no bairro de Arbajia, documentos oficiais e um “livro” escolar com a doutrina dos extremistas. </p> <p>No exemplar encontrado explica-se às crianças como matar os seus irmãos, no sentido de conterrâneos, aqueles que acreditam numa diferente ideologia ou religião: </p> <p>Eles ensinavam-nos tudo sobre balas e como abater, matar outras pessoas, Ensinavam-nos a contar os mortos e as balas. Ensinavam-nos a matar e coisas parecidas”, explica Mahmoud, uma criança. </p> <p>Do, chamemos-lhe, currículo escolar, faziam parte exercícios como os militares: correr, trepar, arrastar-se pelo chão e utilizar uma arma.</p>