Última hora

Vladimir Putin diz-se pronto a colaborar com Donald Trump no combate ao terrorismo

Vladimir Putin fez o tradicional discurso sobre o estado da nação, esta manhã, no Kremlin.

Em leitura:

Vladimir Putin diz-se pronto a colaborar com Donald Trump no combate ao terrorismo

Tamanho do texto Aa Aa

Vladimir Putin fez o tradicional discurso sobre o estado da nação, esta manhã, no Kremlin. O presidente russo falou sobretudo de política interna e do estado da economia russa, traçando metas para o futuro, mas não deixou de referir a posição de Moscovo no xadrez internacional, afirmando que a Rússia não procura desavenças, mas sim amizades:
“A Rússia não precisa de conflitos. Nem nós, nem os nossos parceiros, nem a comunidade internacional. No que respeita aos nossos colegas que nos recebem como opositores, nós não procuramos nem nunca procurámos inimigos. Precisamos de amigos”.

Depois, numa mensagem direta ao coração do amigo Donald Trump, que se prepara para ocupar a presidência dos Estados Unidos, em janeiro, afirmou:
“Estamos preparados para a cooperação com a nova administração americana. É importante normalizar e recomeçar a desenvolver as relações bilaterais, numa base de igualdade e mutualidade. A cooperação entre a Rússia e os Estados Unidos, na solução dos problemas locais e globais, é do interesse do mundo inteiro”, acrescentando:
“Certamente que espero que possamos unir esforços com os Estados Unidos para lutar contra as ameaças reais e não imaginárias que constituem o terrorismo internacional. É esta a função que os nosso militares tentam cumprir na Síria. O exército e a marinha russas provaram, de forma convincente, que podem trabalhar com eficácia longe do país”.

E em jeito de conclusão, palavras de motivação ao povo:
“O futuro do nosso país só depende de nós, do trabalho empenhado, do talento, da responsabilidade e do sucesso dos nossos cidadãos e alcançaremos os nossos objetivos”.