Última hora

Em leitura:

Mercados: Bolsas encerram no vermelho antes de referendo em Itália


mercados

Mercados: Bolsas encerram no vermelho antes de referendo em Itália

As bolsas europeias encerraram, esta sexta-feira, a cair, com Londres a registar perdas de 0,33% e Frankfurt a recuar 0,2%.

Os investidores mostram-se prudentes devido às incertezas em torno das eleições presidenciais na Áustria e do referendo em Itália, no próximo domingo.

Segundo os analistas, a rejeição da proposta de reforma constitucional do primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, pode levar a eleições antecipadas.

A crise política italiana pode alastrar-se pelo Velho Continente.

“Há o famoso perigo de contágio. Se a Itália ficar em apuros, por exemplo, se for necessário convocar eleições, há um vírus que pode, também, afetar outros países: Grécia, Portugal, Espanha e até mesmo a França. Os riscos bancários estão novamente a aumentar. Há uma instituição que será novamente chamada para salvar tudo: o BCE “, afirma Robert Halver, do Baader Bank.

A bolsa portuguesa acompanhou as congéneres europeias. O PSI-20 terminou a sessão a cair 0,99%, pressionado pelas perdas da banca e do setor das telecomunicações.

O BCP foi dos títulos mais penalizados, na praça de Lisboa. O banco registou perdas na ordem dos 2,13%.

Nas telecomunicações, a NOS foi um dos títulos mais castigados. Fechou a sessão a cair 2,5%.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

mercados

Snapchat prepara entrada em bolsa