Última hora

Última hora

Italianos começam a votar em referendo sobre reforma constitucional

O futuro do primeiro-ministro italiano deverá ficar claro este domingo.

Em leitura:

Italianos começam a votar em referendo sobre reforma constitucional

Tamanho do texto Aa Aa

O futuro do primeiro-ministro italiano deverá ficar claro este domingo.

Cerca de 50 milhões de italianos são chamados às urnas para votar, este domingo, no referendo sobre a reforma constitucional do executivo de Matteo Renzi que, entre outras coisas, retira a função legislativa ao Senado e pretende acabar com a sobreposição de poderes a nível regional.

Depois da aprovação pelas duas câmaras do Parlamento, cabe agora aos cidadãos ratificar, ou não, as alterações propostas.

Matteo Renzi, que já votou, anunciou que se demitiria no caso da vitória do campo do “Não.”

A oposição, que numa primeira fase apoiou a reforma, tem nos últimos dias feito campanha pelo “Não.” O Fundador do populista Movimento 5 Estrelas, Beppe Grillo, que já disse querer fazer um referendo para sair do euro, sublinhou que a consulta popular dividiu a sociedade italiana.

Quer os mercados financeiros quer os políticos europeus temem o desfecho do referendo.

De acordo com as últimas sondagens os apoiantes do “Não” encontram-se à frente do campo rival em dez pontos percentuais.

As urnas encerram às 23h00 locais, 22h00 em Lisboa, altura em que começará a contagem dos votos.