Última hora

Em leitura:

Bolívia detém diretor da companhia Lamia na investigação à queda do avião do Chapecoense


Bolívia

Bolívia detém diretor da companhia Lamia na investigação à queda do avião do Chapecoense

As autoridades bolivianas detiveram o diretor-geral da companhia aérea Lamia, no quadro do inquérito à queda do avião que transportava a equipa brasileira do Chapecoense.

O secretário e o responsável do departamento de mecânica da companhia foram igualmente detidos para interrogatório.

A comissão de inquérito tenta apurar as causas do despenhamento na Colômbia, minutos antes da aterragem, que vitimou 71 das 77 pessoas a bordo.

Os investigadores exploram a tese de que o avião teria descolado sem o combustível suficiente para chegar ao destino.

Uma funcionária aeroportuária que teria detetado a falha terá fugido para o Brasil, segundo a imprensa boliviana.

O acidente emocionou o Brasil e o mundo do futebol, ao vitimar a quase totalidade da equipa do Chapecoense que participava pela primeira vez numa final da Taça sul-americana.

As autoridades bolivianas retiraram já a licença de voo à companhia Lamia, quando a justiça do país abriu um inquérito por homicídio culposo.