Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Bolívia detém diretor da companhia Lamia na investigação à queda do avião do Chapecoense

Bolívia detém diretor da companhia Lamia na investigação à queda do avião do Chapecoense
Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades bolivianas detiveram o diretor-geral da companhia aérea Lamia, no quadro do inquérito à queda do avião que transportava a equipa brasileira do Chapecoense.

O secretário e o responsável do departamento de mecânica da companhia foram igualmente detidos para interrogatório.

A comissão de inquérito tenta apurar as causas do despenhamento na Colômbia, minutos antes da aterragem, que vitimou 71 das 77 pessoas a bordo.

Os investigadores exploram a tese de que o avião teria descolado sem o combustível suficiente para chegar ao destino.

Uma funcionária aeroportuária que teria detetado a falha terá fugido para o Brasil, segundo a imprensa boliviana.

O acidente emocionou o Brasil e o mundo do futebol, ao vitimar a quase totalidade da equipa do Chapecoense que participava pela primeira vez numa final da Taça sul-americana.

As autoridades bolivianas retiraram já a licença de voo à companhia Lamia, quando a justiça do país abriu um inquérito por homicídio culposo.