Última hora

Última hora

Chipre: Líder da comunidade turca otmista com retoma do diálogo

Há 42 anos com as comunidades de origem grega e de origem turca divididas por uma vedação guardada pelas Nações Unidas, Chipre fará novo esforço para a reunificação, entre 9 e 12 de janeiro, em reuniõ

Em leitura:

Chipre: Líder da comunidade turca otmista com retoma do diálogo

Tamanho do texto Aa Aa

Há 42 anos com as comunidades de origem grega e de origem turca divididas por uma vedação guardada pelas Nações Unidas, Chipre fará novo esforço para a reunificação, entre 9 e 12 de janeiro, em reuniões na Suíça.

A situação foi criada com a invasão do norte da ilha pela Turquia, em 1974, nunca reconhecida internacionalmente.

A euronews falou, em Bruxelas, com o líder da comunidade turca de Chipre, Mustafa Akinci, que realçou que “a Turquia estará presente como os outros dois Estados mediadores das negociações. Acreditamos que a Grécia e a Turquia desempenham um papel importante porque são os países mais próximos das duas comunidades de Chipre”.

“O Reino Unido também participará como Estado mediador e esperamos poder encontrar uma solução que seja aceitável por todas as partes”, acrescentou Mustafa Akinci.

A reunião, em novembro, mediada pelas Nações Unidas, entre este líder e o Presidente de Chipre, acabou sem consenso.

Contudo, Mustafa Akinci tem mantido diálogo, também, com líderes das instituições europeias, das quais Chipre é Estado-membro desde 2004.

A situação tem sido um forte entrave nas negociações de adesão da Turquia à União Europeia.