Chipre: Líder da comunidade turca otmista com retoma do diálogo

Chipre: Líder da comunidade turca otmista com retoma do diálogo
De  Isabel Marques da Silva com REUTERS
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Há 42 anos com as comunidades de origem grega e de origem turca divididas por uma vedação guardada pelas Nações Unidas, Chipre fará novo esforço para a reunificação, entre 9 e 12 de janeiro, em reuniõ

PUBLICIDADE

Há 42 anos com as comunidades de origem grega e de origem turca divididas por uma vedação guardada pelas Nações Unidas, Chipre fará novo esforço para a reunificação, entre 9 e 12 de janeiro, em reuniões na Suíça.

A situação foi criada com a invasão do norte da ilha pela Turquia, em 1974, nunca reconhecida internacionalmente.

A euronews falou, em Bruxelas, com o líder da comunidade turca de Chipre, Mustafa Akinci, que realçou que “a Turquia estará presente como os outros dois Estados mediadores das negociações. Acreditamos que a Grécia e a Turquia desempenham um papel importante porque são os países mais próximos das duas comunidades de Chipre”.

“O Reino Unido também participará como Estado mediador e esperamos poder encontrar uma solução que seja aceitável por todas as partes”, acrescentou Mustafa Akinci.

A reunião, em novembro, mediada pelas Nações Unidas, entre este líder e o Presidente de Chipre, acabou sem consenso.

Contudo, Mustafa Akinci tem mantido diálogo, também, com líderes das instituições europeias, das quais Chipre é Estado-membro desde 2004.

A situação tem sido um forte entrave nas negociações de adesão da Turquia à União Europeia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Quase dois terços dos cidadãos da UE "provavelmente" vão votar nas eleições de junho, segundo uma nova sondagem

UE quer alargar as sanções contra o Irão na sequência do ataque a Israel

Polícia de Bruxelas tenta evitar conferência populista de direita onde estava Orbán