Última hora

Em leitura:

Turquia acusa Damasco e aliados de não quererem trégua em Alepo


Turquia

Turquia acusa Damasco e aliados de não quererem trégua em Alepo

A Turquia acusa o regime sírio e os aliados de quererem impedir a trégua em Alepo.

Mas a Rússia afirma ter muita esperança na mediação turca e que faz muito mais sentido do que com conversações ineficazes com os americanos.

“A posição foi apresentada pelo ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov. “Estamos em contacto com todos os grupos de combatentes, exepto o ISIL e a Jabhat al Nusra, que estão nas listas de terroristas. Estamos também em conversações com os países da região, incluindo os nossos colegas turcos, que têm igualmente contactos com os combatentes no terreno e a oposição armada. Penso que este canal vai ser mais eficaz do que muitos meses muitos meses em que estivemos com os colegas americanos”, diz Lavrov.

Os turcos por seu lado acusam os regime sírio e os aliados de tentarem impedir o acordo de cessar-fogo e de evacuação. É chefe da diplomacia turco quem o afirma.

“Nós vemos que o regime e outros grupos estão a tentar impedir isto. Há a Rússia, o Irão e grupo apoiados pelo Irão, e o regime sírio. Ninguém deve tentar pôr as culpas nos outros quando se trata de assuntos humanitários”, explica Mevlut Cavudoglu.

O Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, fala esta tarde com o homólogo russo, Vladimir Putin, para tentar salvar a trégua que permitiria retirar civis e rebeldes da cidade síria de Alepo.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Síria

Batalha por Alepo: Rotas de evacuação bloqueadas e tiros contra equipas médicas