This content is not available in your region

Turquia: Presidente responsabiliza PKK pelo atentado em Kayseri

Access to the comments Comentários
De  Nelson Pereira
Turquia: Presidente responsabiliza PKK pelo atentado em Kayseri

<p>O presidente da Turquia, Recep Erdogan, responsabiliza o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (<span class="caps">PKK</span>) pelo atentado deste sábado contra um autocarro público, na cidade turca de Kayseri. </p> <p>A explosão de um automóvel armadilhado matou 13 pessoas e feriu 55, a maioria soldados. </p> <p>Segundo Erdogan, a autoria do ataque é da “organização separatista curda”, expressão frequentemente usada pelo presidente turco para se referir ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão.</p> <p>O primeiro-ministro turco Binali Yildirim frisou que o combate ao terrorismo vai continuar: </p> <p>“O espírito de liberdade vai continuar a existir nesta nação e a organização terrorista tem de perceber isto. Estes acontecimentos não enfraquecerão a nossa determinação na luta contra o terrorismo, pelo contrário – vão fortalecer-nos.”</p> <p>O ministro do Interior, Suleyman Soylu, informou que 12 dos feridos estão em estado grave e que sete suspeitos foram presos e cinco são procurados pela polícia. </p> <p>Entretanto, o vice-primeiro-ministro da Turquia, Veysi Kaynak, disse existirem semelhanças entre este atentado e o da semana passada em Istambul.</p> <p>Na sequência do atentado, dezenas de pessoas atacaram a sede do partido pró-curdo <span class="caps">HDP</span> em Kayseri.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="fr"><p lang="en" dir="ltr"><a href="https://twitter.com/hashtag/Turkey?src=hash">#Turkey</a>: Following terror attack that killed 13 soldiers, mobs raid and arson pro-Kurdish <span class="caps">HDP</span>'s hqs in <a href="https://twitter.com/hashtag/Kayseri?src=hash">#Kayseri</a> <a href="https://t.co/2iSdRVjrEs">pic.twitter.com/2iSdRVjrEs</a></p>— Selin Girit (@selingirit) <a href="https://twitter.com/selingirit/status/810087650208206848">17 décembre 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script>