Última hora

Última hora

Síria: evacuação de Aleppo pode estar concluída em breve

A evacuação de Alepo pode ser concluída brevemente, adiantaram vários funcionários e um grupo rebelde, embora discordassem sobre o prazo e o número de evacuados.

Em leitura:

Síria: evacuação de Aleppo pode estar concluída em breve

Tamanho do texto Aa Aa

A evacuação de Alepo pode ser concluída brevemente, adiantaram vários funcionários e um grupo rebelde, embora discordassem sobre o prazo e o número de evacuados.

O avançar de um conjunto de autocarros que devia evacuar os últimos civis e rebeldes foi adiado. A informação foi avançada por meios de comunicação estatais sírios que adiantam que a suspensão se deve a lutas internas entre as facções rebeldes.

Algumas das pessoas feridas evacuadas de Aleppo receberam tratamento num hospital estadual turco na província fronteiriça de Hatay, terça-feira.

A Turquia já recebeu mais de 50 feridos graves,segundo o Crescente Vermelho turco.

A ONU, que diz que mais de 40.000 civis e 10.000 rebeldes ainda estão na cidade, pretende enviar mais 20 funcionários para supervisionar a evacuação.

“Já há vários dias que temos um mecanismo de supervisão. Como sabem, tivemos pessoas no cruzamento de Ramussa, que puderam observar o que aconteceu, e nós acreditamos que esta presença fornece proteção,” declarou o porta-voz da ONU para os Assunto Humanitários, Ens Laerke

No plano diplomático, ministros da Rússia, Irão e Turquia adotaram um documento a que chamaram de “Declaração de Moscovo”, que estabelece os princípios que qualquer acordo de paz deve seguir, e apoiam um cessar-fogo generalizado na Síria