Última hora

Última hora

EUA aplicam sanções contra a Rússia e expulsam 35 diplomatas

As autoridades dos Estados Unidos da América expulsaram 35 diplomatas russos, que têm, agora, 72 horas para abandonar o país.

Em leitura:

EUA aplicam sanções contra a Rússia e expulsam 35 diplomatas

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades dos Estados Unidos da América expulsaram 35 diplomatas russos, que têm, agora, 72 horas para abandonar o país.

A medida faz parte de um pacote de sanções contra a Rússia colocado em prática pela Casa Branca.

Em comunicado, Barack Obama afirma que ordenou várias “ações em resposta ao assédio agressivo do governo russo a funcionários dos Estados Unidos e a operações cibernéticas durante as eleições americanas.”

O presidente justificou que as sanções contra Moscovo surgem depois de várias advertências de que o Kremlin tem vindo a “prejudicar os interesses dos Estados Unidos”, violando as “normas internacionais de comportamento.”

Obama lança o apelo aos aliados para que tomem medidas semelhantes, contra as ações “alarmantes” da Rússia e prometeu que estão a ser preparadas mais sanções.

Moscovo já reagiu. De acordo com a Reuters, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, negou todas as acusações, afirmou que as sanções norte-americanas são ilegais.

Peskov reforçou que as medidas da Administração Obama são um sinal da política externa agressiva de Washington e que é natural que haja uma retaliação por parte da Rússia.

O porta-voz do Kremlin acredita que este novo pacote de sanções será revertido, já em janeiro, assim que Donald Trump assuma a presidência dos Estados Unidos da América.

Segundo o Comissário para os Direitos Humanos do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo, Konstantin Dolgov, citado pela agência de notícias Interfax, “as sanções dos EUA contra a Rússia são contraproducentes e vão prejudicar a restauração dos laços bilaterais”.

Com: Reuters; AFP