Última hora

Última hora

"Mar" de gente protesta pelos direitos dos etarras detidos

Pelos direitos dos reclusos do grupo separatista ETA.

Em leitura:

"Mar" de gente protesta pelos direitos dos etarras detidos

Tamanho do texto Aa Aa

Pelos direitos dos reclusos do grupo separatista ETA.

Dezenas de milhares de pessoas manifestaram-se em Bilbau, Espanha, para exigir a transferência dos presos etarras para o País Basco e amnistias.

No protesto, encabeçado pelos familiares dos presos, participaram cerca de 65 mil pessoas, de acordo com a polícia municipal.

Recorde-se que a ETA renunciou à violência em 2011.

Na manifestação também participou a viúva de um sargento da polícia, assassinado pelos separatistas.

Rosa Rodero é favor dos presos perto de casa mas rejeita uma amnistia geral.

“Estou aqui a lutar para que cinco anos depois da paz da ETA, os prisioneiros beneficiem dos seus direitos legais. Quero que o estado de direito seja aplicado aos presos”, diz.

Atualmente, 349 etarras estão presos, 267 cumprem as penas de Espanha, 79 em França.

A ETA recusa dissolver-se enquanto os presos não ficarem próximos de casa e existirem amnistias.

Em mais de 50 anos, a organização é tida como responsável pela morte de 829 pessoas em atentados cometidos em nome da independência do País Basco e de Navarra.