Última hora

Em leitura:

Exército nigeriano bombardeia campo de refugiados durante operação contra Boko Haram


Nigéria

Exército nigeriano bombardeia campo de refugiados durante operação contra Boko Haram

Pelo menos 50 pessoas morreram e mais de uma centena ficaram feridas depois do exército nigeriano ter bombardeado por engano um campo de refugiados no norte do país.

O ataque aéreo ocorreu durante uma operação militar contra o grupo terrorista Boko Haram.

Entre as vítimas encontram-se pelo menos três funcionários da Cruz Vermelha nigeriana.

O responsável da operação, o general Lucky Irabor, reconheceu e lamentou o sucedido, sem avançar com um número de vítimas:

“Infelizmente este ataque afetou vários residentes da zona. É o resultado da névoa da guerra. É uma situação infeliz e é por isso que esta guerra tem de terminar”.

O campo de refugiados de Rann está localizado no estado de Borno, o bastião do grupo armado.

A organização Médicos Sem Fronteiras, que opera no campo, denunciou “um ataque inadmissível, em grande escala contra pessoas vulneráveis”.

O bombardeamento ocorre num momento em que o Boko Haram lançou uma nova vaga de ataques no noroeste do país, depois de acumular várias derrotas face à força multinacional que reúne militares da Nigéria, Chade e Camarões.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Brasil

Brasil mobiliza exército para tentar pôr fim à guerra de gangues nas prisões