Última hora

Última hora

Presidente da Comissão Europeia avisa: "Brexit" pode partir UE

Jean-Claude Juncker concedeu uma entrevista a ser emitida este domingo numa rádio alemã onde garante não pretender recandidatar-se a liderar o bloco europeu.

Em leitura:

Presidente da Comissão Europeia avisa: "Brexit" pode partir UE

Tamanho do texto Aa Aa

O Presidente da Comissão Europeia avisa: o Reino Unido está a preparar-se para tentar os interesses dos Estados-membros e com isso conseguir um melhor acordo de saída da União Europeia.

Point of view

Os britânicos vão prometer uma coisa ao estado A, outra ao estado B e outra ainda ao C. No final, não haverá nenhuma frente unida do lado europeu.

Jean-Claude Juncker Presidente da Comissão Europeia

Em entrevista à rádio alemã Deutschlandfunk, a ser emitida este domingo, Jean-Claude Juncker admite que os interesses, por exemplo, de húngaros e polacos não são os mesmos de alemães e franceses, e Londres vai tentar jogar com isso.

“Os britânicos vão conseguir, sem grande dificuldade, dividir os outros 27 países da UE. Sabem bem como faze-lo. Vão prometer uma coisa ao estado A, outra ao estado B e outra ainda ao C. No final, não haverá nenhuma frente unida do lado europeu”, antevê o luxemburguês.

O Presidente da Comissão Europeia deixa, no entanto, um aviso ao Reino Unido: não podem começar já a negociar em nome próprio com terceiros porque enquanto forem um membro de direito do bloco têm de se cingir à política externa da União Europeia.

Juncker defende ainda que os “28” devem “aproveitar a oportunidade” para ocupar a vaga dos Estados Unidos caso o novo Presidente Donald Trump retire mesmo o país dos tratados estabelecidos ou a serem negociados com a Ásia e os vizinhos do Pacífico.

Simpatizante de Portugal, Juncker revela ainda nesta entrevista não pretender candidatar-se em 2019 a um segundo mandato à frente da Comissão Europeia. “Tive uma bela campanha, mas não vai haver uma segunda porque eu não vou avançar como candidato para um segundo mandato”, garante.