Última hora

Em leitura:

Turquia, EUA e Rússia discutem operações na Síria


Síria

Turquia, EUA e Rússia discutem operações na Síria

Depois da tomada de Al-Bab por parte dos rebeldes apoiados pela Turquia, a situação na Síria está a ser discutida pelos chefes militares da Truquia, dos Estados Unidos e da Rússia.

O governo de Ancara continua a operação lançada em Agosto para desalojar o grupo radical Estado Islâmico de várias zonas da Síria. O primeiro-ministro Binali Yildirim diz que as operações militares só fazem sentido se coordenadas com os Estados Unidos e a Rússia. Daí a reunião das chefias militares dos três países, na província de Antalya.

A reunião surge depois de novas ameaças, por parte do governo turco, contra alvos das milícias curdas YPG em Manbij, no norte da Síria.

A Turquia mantém uma postura dupla, ao combater o Daesh ao mesmo tempo que ameaça as milícias curdas, que têm o apoio dos Estados Unidos. Segundo o próprio Yldirim, não se pode substituir um grupo terrorista por outro grupo terrorista. Resolver esta divergência de posições sobre o que fazer quanto a Manbij parece assim ser o principal motivo desta reunião a três.