Última hora

Em leitura:

Migrantes: Hungria aposta nos "caçadores de fronteira"


Hungria

Migrantes: Hungria aposta nos "caçadores de fronteira"

A Hungria leva a sério o combate à imigração ilegal. Tem uma dupla vedação com alertas sonoros ao longo da fronteira e agora dá formação a voluntários para fazerem parte dos chamados “caçadores de fronteiras”.

São mais de dois mil os recrutas que levam a cabo uma formação intensiva de vários meses, baseada na defesa pessoal.

Muitos são motivados pelo amor à pátria. “Desde pequenino que queria ser polícia. Este treino é uma oportunidade fantástica. Posso servir e defender a minha pátria”, diz um rapaz.

“Eu estava a trabalhar no turismo. Queria uma coisa diferente, novos desafios. Esta formação de caçadores de fronteiras acontece na altura certa”, explica uma jovem.

O número de migrantes que optam entrar na Europa pela Hungria baixou.

O governo húngaro fez aprovar no início do mês uma lei que autoriza a detenção imediata dos migrantes, candidatos a asilo ou não.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Israel

Relatório sobre "apartheid israelita" provoca demissão na ONU