Última hora

Extremistas do Estado Islâmico reivindicam atentado de Londres. Polícia já fez 8 detenções e identificou o suspeito do ataque

Extremistas do Estado Islâmico reivindicam atentado de Londres. Polícia já fez 8 detenções e identificou o suspeito do ataque.

Em leitura:

Extremistas do Estado Islâmico reivindicam atentado de Londres. Polícia já fez 8 detenções e identificou o suspeito do ataque

Tamanho do texto Aa Aa

Vaga de raides da polícia e detenções no quadro da investigação ao atentado de Londres, que já foi reivindicado.

Oito pessoas foram detidas em seis locais nas cidades de Londres e Birmingham. De acordo com a imprensa britânica, o carro utilizado no ataque foi alugado em Birmingham. A segunda maior cidade de Inglaterra é vista pelas autoridades como um viveiro do Islão radical. Através do seu órgão de propaganda na internet, o autoproclamado Estado Islâmico reivindicou responsabilidade pelo atentado, o primeiro reivindicado pelo grupo jihadista na Grã-Bretanha.

Para o chefe da unidade de combate ao terrorismo no Reino Unido, Mark Rowley, o “agressor atuou sozinho e inspirou-se no terrorismo internacional”, uma “convicção que tem sido corroborada pela investigação”, que se centra agora “nas motivações, preparação e associados” do suspeito.

A polícia já identificou o alegado autor do ataque desta quarta-feira, como sendo Khalid Masood, de 52 anos, um britânico nascido no condado de Kent, no sudeste de Inglaterra.

Mohamed Abrini, o “homem do chapéu” nos atentados de Bruxelas, há um ano, e suspeito de ligação aos ataques em Paris em novembro de 2015, esteve em Birmingham no verão anterior aos atos terroristas na capital francesa. A cidade, no coração da Grã-Bretanha, está no centro da investigação da polícia ao atentado de Londres.