Última hora

Em leitura:

Irlanda do Norte: Mais algumas semanas para formar governo


Reino Unido

Irlanda do Norte: Mais algumas semanas para formar governo

Ainda não foi desta que foi formado governo na Irlanda do Norte. O Parlamento norte-irlandês reuniu esta segunda-feira, pela primeira vez após as eleições regionais de 2 de março. Havia um prazo a cumprir para formar o novo executivo regional, até às quatro da tarde, mas não houve acordo entre os nacionalistas do Sinn Féin e o Partido Unionista Democrático.

Mas afinal foi dado mais tempo para negociar como explicou o ministro britânico para os Assuntos da Irlanda do Norte, James Brokenshire, que garantiu que “ainda há uma pequena janela de oportunidade” e foram dadas mais algumas semanas para negociar. Se no final não houver acordo, ou se marcam novas eleições ou a governação passa para as mãos do executivo central de Londres.

A líder dos Unionistas, Arlene Foster, depois de mais uma ronda de negociações, acusou os responsáveis do Sinn Féin de estarem a bloquear a formação de um novo governo, o que considerou lamentável e prejudicial para a vida dos cidadãos”.

Já a líder do Sinn Féin, Michelle O’Neill, garantiu que chegaram à negociação “com uma boa atitude, com um bom espírito, com vontade de satisfazer a vontade de todos os cidadãos”. Mas O’Neill acusa os unionistas de “não deixarem implementar as políticas de igualdade dos cidadãos”.

Recorde-se que o vazio de poder dura desde a demissão, em janeiro, do vice-primeiro-ministro Martin McGuinness (SF), que morreu na semana passada, por doença. Os norte-irlandeses foram às urnas a 2 de março. Os unionistas do DUP venceu mas perdeu eleitores para o Sinn Fein.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

mundo

Oxfam: Bancos europeus realizam um quarto dos lucros em paraísos fiscais