Última hora

Em leitura:

Rússia veta proposta de resolução do Conselho de Segurança sobre ataque com armas químicas na Síria


Síria

Rússia veta proposta de resolução do Conselho de Segurança sobre ataque com armas químicas na Síria

ALL VIEWS

Clique para descobrir

A Rússia vetou a proposta de resolução apresentada pelos Estados Unidos, Reino Unido e França no sentido de condenar o ataque químico ocorrido na semana passada na Síria.

Foi a oitava vez em seis anos de conflito na Síria que Moscovo recorreu ao poder de veto em defesa de Bashar al-Assad.

Vladimir Safronkov, vice-enviado da Rússia na ONU criticou a proposta.

“A proposta de resolução da ‘troika’ atribuía culpas antes de qualquer investigação objetiva e independente. Isto é contrário a quaisquer padrões de justiça”, afirmou.

Depois de anunciado o resultado da votação, o embaixador francês afirmou sentir-se devastado.

“A França está devastada pelo resultado deste voto. Ainda assim tentámos ter um discussão construtiva relativamente a esta resolução, mas de novo não estivemos à altura das responsabilidades que definimos e dos valores fundamentais que temos que defender”, adiantou François Delattre, representante francês na ONU.

A ser aprovada, um dos objetivos da resolução seria forçar o presidente Bashar al-Assad a cooperar com a comunidade internacional na investigação ao incidente.

A China optou pela abstenção desta vez. No passado, a China havia recorrido ao poder de veto para bloquear seis resoluções sobre a Síria.

Uma missão da Organização para a Proibição de Armas Químicas está a investigar o ataque do dia 4 de abril com gás sarin contra uma localidade situada na área de Khan Cheikhoun que matou pelo menos 87 pessoas.

Os Estados Unidos reagiram ao ataque lançando quase seis dezenas de mísseis Tomahawk sobre um aérodromo de onde alegadamente o ataque teria sido lançado.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

mundo

Morreu o cineasta alemão Michael Ballhaus