Última hora

Em leitura:

Milan de Berlusconi chegou ao fim com negócio da China


Desporto

Milan de Berlusconi chegou ao fim com negócio da China

Chegou ao fim a era de Silvio Berlusconi no Milan. Para trás ficam 31 anos recheados de títulos, onde se destacam oito campeonatos italianos e cinco Ligas dos Campeões. Sob o comando do antigo primeiro-ministro, o clube rossonero estabeleceu-se como uma das maiores potências do futebol mundial mas já há bastante tempo que os resultados vinham a ficar muito aquém das expectativas dos adeptos.

A anunciada venda, que chegou a ser comunicada em agosto mas que se esfumou por problemas de pagamento, confirmou-se esta quinta-feira, com um grupo chinês liderado pelo empresário Li Yonghong a retirar o clube das mãos de Berlusconi pela módica quantia de 740 milhões de euros.

O negócio reforça a aposta que os chineses têm vindo a fazer no desporto-rei e promete trazer um toque asiático ao Dérbi della Madonnina, uma vez que o Inter de Milão também foi comprado por um grupo chinês o ano passado.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Desporto

Liga dos Campeões: Pesadelo alemão e mais um recorde para Ronaldo