Última hora

Em leitura:

Detidos suspeitos de assassinar migrantes


Itália

Detidos suspeitos de assassinar migrantes

A polícia italiana deteve cinco homens, suspeitos de pertencerem a uma rede de tráfico de seres humanos. Entre eles estão dois líbios que chegaram a Catânia, na Sicília, no dia 6, a bordo de um navio juntamente com 394 migrantes, que tinham sido salvos no mar. Um dos homens é suspeito de ter morto a tiro um migrante originário da Serra Leoa. Segundo os testemunhos, o passador terá morto o homem, de 21 anos, com uma arma, por este se ter recusado a tirar o boné. O corpo do migrante assassinado foi transportado, juntamente com os outros, e entregue às autoridades italianas.

Numa outra operação, em Agrigento, também na Sicília, foram detidos três nigerianos, suspeitos de pertencerem à mesma rede e, segundo as autoridades, vão ter também de prestar contas por assassínios. São ainda acusados de crimes como sequestros e violações.



Portugal

Um "peregrino da esperança e da paz" a caminho de Fátima